• Gleyce Persil

Inteligência Emocional: por que preciso me preocupar com isso?

Atualizado: Jan 27


Controle emocional, de modo geral, é algo que todos precisamos. Não ter equilíbrio traz prejuízos a você e afetam sua vida de formas que nem imagina, do pessoal ao profissional.



Para desenvolver o QE (Quociente Emocional) é preciso ter autoconhecimento, ou seja, saber como você se manifesta em meio às situações positivas ou negativas que ativam suas emoções.


Se conhecendo é possível aprender a gerenciar as suas emoções e com o passar do tempo, você acaba criando novos hábitos de comportamentos; o que parecia difícil, se torna comum e entra no seu piloto automático.


A baixa inteligência emocional leva seu corpo a ter reações desagradáveis que abalam a maneira como você se relaciona com as pessoas. As suas expressões faciais podem mudar e denunciar o que você está sentindo; o coração fica mais acelerado, as mãos suadas; ou mesmo você fala de forma trêmula diante de situações que te deixam sob pressão, seja em ambiente desconhecido ou falando em público, por exemplo. O corpo fala!


Além disso, é a baixa inteligência emocional que dificulta totalmente o relacionamento interpessoal, contribuindo para o afastamento de pessoas. Dificulta seu papel de líder ou de liderado, afeta sua relação com a família e amigos, entre outros.

Se você se identifica com algumas dessas situações ou gostaria de aprimorar seu autocontrole, saiba que é possível mudar esse cenário desenvolvendo a sua Inteligência Emocional.





Mas, afinal, o que é Inteligência Emocional?

Numa explicação mais acadêmica, seria a capacidade de uma pessoa de administrar as próprias emoções e saber usar esse controle ao seu favor. Além de compreender as emoções das outras pessoas que lhe cercam, de forma a construir relacionamentos, não só afetivos, mas de todos os tipos, que sejam saudáveis, através de ações conscientes.

Uma pessoa que possui uma Inteligência Emocional elevada pensa, sente e age de forma consciente e inteligente. A Inteligência Emocional atua direto no cérebro emocional de todos nós, buscando as raízes mais profundas das nossas experiências para neutralizar as emoções negativas e que pode nos levar a comportamentos destrutivos, e na outra ponta reforça as positivas, a fim de trazer os resultados desejados.


Como a Inteligência Emocional te ajuda?


Destaquei alguns dos benefícios de se investir em sua Inteligência Emocional:

  • Equilíbrio Emocional;

  • Aumento da autoestima e autoconfiança;

  • Redução de conflitos em relacionamentos de modo geral;

  • Aumento do comprometimento com as suas metas;

  • Senso de responsabilidade e melhor visão de futuro;

  • Empatia e maior com compreensão da visão de mundo dos outros;

  • Melhora da comunicação e do poder de influência;

  • Aumento do nível de felicidade;

  • Superação de barreiras;

  • Melhora na capacidade de tomar decisões;

  • Melhor administração do tempo e melhora significativa da produtividade;

  • Diminuição do estresse;

  • Aumento da qualidade de vida, mais disposição, vitalidade e bem-estar.

Agora a pergunta é pra você: como você tem cuidado da sua Inteligência Emocional? É possível desenvolver a habilidade de gerenciar melhor suas emoções com o apoio de um profissional Coach.

0 visualização0 comentário